sábado, 10 de janeiro de 2015

Significado Psicológico dos Alimentos


1. Carne: Simboliza a necessidade de incorporar emoções (paixões, propensões e rejeições). 

2. Peixes e crustáceos: Ligados à fecundidade e forças plásticas (mobilidade)

3. Ovos: É a renovação periódica da natureza, tranqüilidade, estabilidade, segurança e descanso. Pode no homem representar ação e na mulher, reflexão.

4. Leite: O primeiro alimento, ou seja, a mãe, o seio materno, a proteção e a fecundidade. 

5. Queijo: Carência psicológica de algo essencial e simples.

6. Pão: Crescimento e transformação profunda, pureza e sacrifício. É indispensável psicologicamente, pois representa as energias da terra (grão, cereal e sal), o fogo (cozimento), a água (mistura) e o ar (fermentação). 

7. Massa e Mistura: A mistura é símbolo de matéria sem forma definida: união do elemento líquido (água, leite) com o elemento terra (farinha). Misturar representa criar, "penetrar" na matéria, e nos remete à contemplação da força germinativa poderosa e inicial. Liberta o ser humano das rígidas preocupações com a "forma". É um prato informal e lúdico, primitivo e genuíno. Portanto, parecerá triste para um apreciador lúdico uma sopinha miserável. 

8. Arroz: Símbolo de felicidade (ex: jogamos arroz nos recém-casados). Por isso, devemos consumi-lo vagarosamente.

9. Doces: Representam festa, prazer, afetividade, prêmio, gratificação, recompensa infantil e regressiva, mas também consolo. 

10. Mel: Carência psicológica de doçura, talvez materna, que alivia a dor e o ferimento. É a individualidade de si mesmo. 

11. Frutas: Representam abundância, riqueza e fertilidade da terra, descendência e criatividade espiritual. 

12. Verduras e hortaliças: Unidade fundamental da vida e de suas constantes possibilidades germinativas. 

13. Azeite: Prosperidade e fraternidade. O amarelo pode ser a representação do sol. 

14. Sal: Ambivalente. Conservação e corrosão dos alimentos. É a oposição e negação. Pode ser também mediação, estabilidade e equilíbrio, por isso é tão ambíguo. 

15. Água: Fonte de vida, alimento primário e essencial, de regeneração e purificação. 

16. Vinho: Simboliza para o homem o fogo que se espalha pelo peito. Queima, excita e inflama. Na mulher, representa a água, relaxa, faz esquecer, afunda. Pode ainda representar vida interior fecunda e positiva. 

17. Café: Bebida de "adultos". Desperta a atenção e confere certa dignidade, intelectualidade. Bom em pequenas doses. 

18. Chá: Representado por pensamentos ágeis, fluentes e leves. Liberta a fantasia e a imaginação viva e tranquila. Bebida da sabedoria.