terça-feira, 25 de agosto de 2015

Pensamentos de Regina Brett aos 90 anos


A vida não é justa, mas ainda é boa.

Quando estiver em dúvida, dê somente o próximo passo, pequeno.

Seu trabalho não cuidará de você quando você ficar doente. Seus amigos e familiares cuidarão. Permaneça em contato.

Pague o total de seus cartões de crédito, nunca o mínimo.

Você não tem que ganhar todas as vezes.

Concorde em discordar.

Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho.

É bom ficar bravo com Deus, Ele pode suportar isso.

Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário.

Quanto a chocolate, é inútil resistir.

Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente.

Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem ideia do que é a jornada deles.

Respire fundo. Isso acalma a mente.

Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonito ou alegre.

Qualquer coisa que não o matar o tornará realmente mais forte.

Quando se trata do que você ama na vida, não aceite um não como resposta.

Use os lençóis bonitos, use roupa chique. Não guarde isto para uma ocasião especial. Hoje é especial.

O órgão sexual mais importante é o cérebro.

Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você.

Enquadre todos os assim chamados “desastres” com estas palavras ‘Em cinco anos, isto importará?’

Sempre escolha a vida.

O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.

O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo.

Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará.

Não se leve muito a sério. Ninguém faz isso.

Acredite em milagres.

Não faça auditoria na vida.

Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora.

Envelhecer ganha da alternativa — morrer jovem.

Suas crianças têm apenas uma infância.

Tudo que verdadeiramente importa no final é que você amou.

Saia de casa todos os dias. Os milagres estão esperando em todos os lugares.

Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos todos os dos outros como eles são, nós pegaríamos nossos mesmos problemas de volta.

A inveja é uma perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.

Acredite... o melhor ainda está por vir.

Não importa como você se sente, levante-se, se vista bem e apareça.

Produza!

A vida não está amarrada com um laço, mas ainda é um presente.


Regina Brett

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Expressões usadas pelas mulheres e seus significados


1 – "Certo": Esta é a palavra que as mulheres usam para encerrar uma discussão quando elas estão certas e tu precisas te calar.

2 – "5 minutos": Se ela está se arrumando significa meia hora. "5 minutos" só são cinco minutos se esse for o prazo que ela te deu para ver o futebol antes de ajudar nas tarefas domésticas.

3 – "Nada": Esta é a calmaria antes da tempestade. Significa que ALGO está acontecendo e que tu deves ficar atento. Discussões que começam em "Nada" normalmente terminam em "Certo".

4 – "Você é que sabe": É um desafio, não uma permissão. Ela está te desafiando, e nessa hora tu tens que saber o que ela quer… e não diga que também não sabe!

5 – Suspiro ALTO: Não é realmente uma palavra, é uma declaração não verbal que frequentemente confunde os homens. Um suspiro alto significa que ela pensa que tu és um idiota e que ela está imaginando porque ela está perdendo tempo parada ali discutindo contigo sobre "Nada".

6 – "Tudo bem": Uma das mais perigosas expressões ditas por uma mulher. "Tudo bem" significa que ela quer pensar muito bem antes de decidir como e quando tu vais pagar por tua mancada.

7 – "Obrigada": Uma mulher está agradecendo, não questione, nem desmaie. Apenas diga "por nada". (Uma colocação pessoal: é verdade, a menos que ela diga "MUITO obrigada" – isso é PURO SARCASMO e ela não está agradecendo por coisa nenhuma. Nesse caso, NÂO diga "por nada". Isso apenas provocará o "Esquece").

8 – "Esquece": É uma mulher dizendo "FODA-SE!!!"

9 – "Deixa pra lá, EU resolvo": Outra expressão perigosa, significando que uma mulher disse várias vezes para um homem fazer algo, mas agora está fazendo ela mesma... Isso resultará no homem perguntando "o que aconteceu?". Para a resposta da mulher, consulte o item 3.

10 – "Precisamos conversar!": Tu estás a 30 segundos de levar um pé na bunda.


11 – "Sabe, eu estive pensando…": Esta expressão até parece inofensiva, mas usualmente precede os Quatro Cavaleiros do Apocalipse.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Após algum tempo...


"Depois de algum tempo tu aprendes a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar a alma. E aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos, e que presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante, com a graça de um adulto e não a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as tuas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair meio em vão.
Depois de algum tempo, tu aprendes que o sol queima, se ficar a ele exposto por muito tempo. E aprende que, não importa o quanto tu te importas, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que, não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-la de vez em quando, e tu precisas perdoa-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que se levam anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que tu podes fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá para o resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer, mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que tens na vida, mas quem tu tens na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos, se compreendermos que os amigos mudam. Percebe que seu melhor amigo e tu podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com que tu mais se importa na vida são tomadas de ti muito depressa, por isso, devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.
Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm muita influência sobre nós, mas que nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que podes ser. Descobre que leva muito tempo para se chegar onde está indo, mas que, se tu não sabes para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou tu controla seus atos ou eles o controlarão, e não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.
Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as consequências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes, a pessoa que tu espera que o chute, quando cais, é uma das poucas pessoas que o ajudam a levantar-se. Aprende que a maturidade tem mais a ver com tipos de experiências que se teve e o que se aprendeu com elas, do que com quantos aniversários tu celebrastes. Aprende que há mais de seus pais em ti do que supunhas. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes, e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva, tem direito de estar com raiva, mas isso não lhe dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama mais do jeito que querias não significa que esse alguém não o ame com todas as forças, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, e que algumas vezes, você tem que aprender a perdoar a si mesmo.E que, com a mesma severidade com que julga, será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não para, para que tu juntes teus cacos. Aprende que o tempo não é algo que se possa voltar para trás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E tu aprendes realmente que pode suportar... que realmente és forte, e que podes ir mais longe, depois de pensar que não pode mais. E que realmente a vida tem valor diante da vida!!!"

domingo, 16 de agosto de 2015

Porque as pessoas gritam? - Mahatma Gandhi



Por que as pessoas gritam?
Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta a seus discípulos:
- Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?
- Gritamos porque perdemos a calma, disse um deles.
- Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado? – Questionou novamente o pensador.
- Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça, retrucou outro discípulo.
E o mestre volta a perguntar:
- Então não é possível falar-lhe em voz baixa?
Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador. Então ele esclareceu:
- Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando se está aborrecida? O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito.
Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente.
Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro, através da grande distância.
Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas?
Elas não gritam. Falam suavemente.
E por quê?
Porque seus corações estão muito perto.
A distância entre elas é pequena.
Às vezes estão tão próximos seus corações, que nem falam, somente sussurram.
E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer sussurrar, apenas se olham, e basta.
Seus corações se entendem.
É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas.
Por fim, o pensador conclui, dizendo:
“Quando vocês discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta”
Mahatma Gandhi