Ganhe Bitcoins

sábado, 28 de abril de 2012

Análise do Cotidiano: Homem x Mulher

"As diferenças entre o Homem e a Mulher"


Devem ter notado que o escrito acima foi o
título (em português) dado ao vídeo.

Em que pese ser o mesmo divertido, trata-se de uma visão da realidade e talvez esta tenha sido a intenção da pesquisa ou projeto cujo título original é:
"Mulheres, mercado de trabalho e formação em Bérgamo:
análise e intervenção"

Mas eu vivi justo nesta cidade e sei qual foi o objetivo da criação deste vídeo.
Mas #ficaadica: curta... seja hilário, seja real...

EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO: Um Exemplo a Ser Dado

Sempre fui adepto desta teoria.
A de que o agente de trânsito estivesse ali para dar o exemplo.

Ainda que a educação seja algo que venha de berço, que tu leve ela para fora de casa, qdo se trata de uma educação específica, no caso a do comportamento frente ao TRÂNSITO, esta precisa ao menos ser modelada, para ser agregada aquela educação primária que nossos pais nos passaram.

Daí a importância deste tipo de ensinamento no currículo escolar.

VALE A PENA ASSISTIR!!!
DIGO ISTO, PRINCIPALMENTE, ÀS NOSSAS
"AUTORIDADES" DO TRÂNSITO,
mais especificamente AO PESSOAL DA E.P.T.C.
e seus funcionários (AZULZINHOS)


(*) Agente de Trânsito Jobson Meirelles de Vila Velha é Homenageado. Este que aparece no vídeo

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Pato Donald - O Pato Temperamental


I was on mirror, but no more...

Are U Nervous???




Just stop take medicine...
U'll feel really better, kkkkk
Ohh  yeah!!! I'm serious!!!

a bipolar

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

quinta-feira, 26 de abril de 2012

REMINISCÊNCIAS (*) 3



É assim que penso
É assim que tento
E eu não invento
Me basta o tempo!

02/03/12 às  00:18h




Mas, Linda!

Como se faz se tu não deixa???

E se não faz tu és só queixa!!!

Deixe-me te confortar

Pare um pouco de exagerar

Por saber que tudo em ti compensa

Levas uma vida intensa

Tenho sim, que me comportar

Quero só te confortar

Nada de reclamar, reclamar, reclamar

Mas tens tbém que recordar

Que só o que eu quero é te amar!

E tenhas a mais absoluta certeza

Que quero com toda destreza

Te amar, amar e amar!!!

09/03/12 às 06:34h



A Ilusão

Mas ela volta...
E agarre-a com unhas e dentes
E sem revolta
Pois ela nos deixará contentes!

Nos deixará, sim!
15/03/12 às 14:22h






(*) Segundo Platão, "lembrança do que a alma contemplou em uma vida anterior, quando, ao lado dos deuses, tinha a visão direta das idéias."

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Haia - Saudades


Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
eu sinto saudades...

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...

Sinto saudades da minha infância,
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser...

Sinto saudades do presente,
que não aproveitei de todo,
lembrando do passado
e apostando no futuro...

Sinto saudades do futuro,
que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei!
De quem disse que viria
e nem apareceu;
de quem apareceu correndo,
sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.

Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito!

Daqueles que não tiveram
como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre!

Sinto saudades de coisas que tive
e de outras que não tive
mas quis muito ter!

Sinto saudades de coisas
que nem sei se existiram.

Sinto saudades de coisas sérias,
de coisas hilariantes,
de casos, de experiências...

Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia
e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer!

Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar!

Sinto saudades dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar,

Sinto saudades das coisas que vivi
e das que deixei passar,
sem curtir na totalidade.

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que...
não sei onde...
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi...

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades
Em japonês, em russo,
em italiano, em inglês...
mas que minha saudade,
por eu ter nascido no Brasil,
só fala português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota.

Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria,
espontaneamente quando
estamos desesperados...
para contar dinheiro... fazer amor...
declarar sentimentos fortes...
seja lá em que lugar do mundo estejamos.

Eu acredito que um simples
"I miss you"
ou seja lá
como possamos traduzir saudade em outra língua,
nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima corretamente
a imensa falta
que sentimos de coisas
ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra
para usar todas as vezes
em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso,
mas que funciona melhor
do que um sinal vital
quando se quer falar de vida
e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca
de que somos sensíveis!
De que amamos muito
o que tivemos
e lamentamos as coisas boas
que perdemos ao longo da nossa existência...

Clarice Lispector

The Cardigans - Lovefool



You love me no longer, I know
What I could have done in another way
To make you stay
Love me, love me
(Say that you love me)
Fool me, fool me
(Go on and fool me)
Love me, love me

Natalie Imbruglia - Torn



The perfect sky is torn
I'm all out of faith

No Doubt - Don't Speak


We used to be together... always

Haia - Eu e Minha Liberdade

E eis que em breve nos separaremos
E a verdade espantada é que eu sempre estive só de ti e não sabia
Eu agora sei, eu sou só
Eu e minha liberdade que não sei usar
Mas, eu assumo a minha solidão
Sou só, e tenho que viver uma certa glória íntima e silenciosa
Guardo teu nome em segredo
Preciso de segredos para viver
E eis que depois de uma tarde de quem sou eu
E de acordar a uma hora da madrugada em desespero
Eis que as três horas da madrugada, acordei e me encontrei
Fui ao encontro de mim, calma, alegre, plenitude sem fulminação
Simplesmente eu sou eu, e você é você
É lindo, é vasto, vai durar
Eu não sei muito bem o que vou fazer em seguida
Mas, por enquanto, olha pra mim e me ama
Não, tu olhas pra ti e te amas
É o que está certo
Eu sou antes, eu sou quase, eu sou nunca
E tudo isso ganhei ao deixar de te amar
Escuta!
Eu te deixo ser…
Deixa-me ser!

Clarice Lispector

terça-feira, 24 de abril de 2012

Shopping Center: Opção ou Imposição

Depois de décadas fazendo piada com paulistas, estamos ficando viciados em shopping como eles. Loucos por viver em locais fechados e climatizados e uma cidade mal cuidada lá fora.

E eu me sinto privilegiado de estar cercado por três grandes shoppings distantes entre eles não mais de 1.300 metros, a partir do próximo dia 24. 
Inauguração do BOURBON SHOPPING WALLIG.

  

O trânsito, entretanto, vai ficar que é uma maravilha. 
É o preço do progresso, inevitavelmente!

Mas nada disso deveria me deixar surpreso. Não mesmo! 
Refiro-me ao surgimento de shoppings e mais shoppings. Não para quem se vislumbrou com a inauguração dos HÍPER mercados nos anos 70. Eram “enormes”... pelo menos para alguém criança como eu!!! rss 
E o fato de possuírem lanchonetes em seu interior, então... 

Nuuussaaa!!! Era tudo!!!
E o programa do porto alegrense aos fins-de-semana
passou a ser a ida às compras.

Um verdadeiro prenúncio!!  E vieram de mãos dadas, um shopping ao lado de outro, vindo quase que substituir o comércio de rua.



Equiparo o shopping como aquela sombra que
procuramos sob as barracas de praia, para nos
proteger do sol forte e areia escaldante no verão;
neste período, é muito melhor estar em um
ambiente climatizado do que sob um
calor insuportável de 40 graus.
Pq queimar os pés, não é mesmo???

No inverno, procurando abrigo sob marquises dos prédios
ou guarda-chuvas, geralmente pouco eficientes
de nos proteger da umidade e dos respingos
que uma tempestade nos proporciona,
encharcando nossos pés, pelas calçadas empoçadas.

No interior dos shoppings não encontramos bueiros abertos, falta de segurança, cheiro de urina, pisos sujos, palhaços que ficam na frente das lojas cantando e chamando os clientes.

Enfim!!! 

O certo é que os shoppings centers não obrigam ninguém a mudar… eles apenas oferecem opções para que as pessoas possam refletir e mudarem de hábitos! Vieram proporcionar o que há de melhor para o bem estar do consumidor. 


Assim como cada vez menos, encontramos residências protegidas com simples "cerquinhas" e o surgimento crescente de condomínios de casas fechados, também o comércio de rua tende a se entregar para a construção de mais e mais shoppings, com aquela comodidade que só eles oferecem...

Se o poder público investir nas ruas a segurança e a infraestrutura que estes mega investimentos oferecem, é correto afirmar uma só coisa: quem ganhará com isso tudo será o cidadão porto alegrense. 

E quando se tem a possibilidade de escolha, o direito em optar sob duas situações diversas, valerá a criatividade de cada um para conquistar a clientela.

Pq Não Podemos Ser Nós Mesmos...II

(bem atual)

Frente!
Bizarre Love Triangle

Toda vez que penso em você
Eu sinto passar por mim um raio de tristeza
Não é um problema meu mas é um problema que achei
Vivendo uma vida que não posso deixar para trás

Não faz sentido em me dizer
"A sabedoria de um tolo não vai te libertar"
Mas é assim que as coisas são
E é o que ninguém sabe
E a cada dia que passa minha confusão cresce

Toda vez que vejo você caindo
Eu fico de joelhos e rezo
Estou esperando pelo momento final
Quando você dirá as palavras que não posso dizer

Eu me sinto bem, eu me sinto bem
Eu me sinto como nunca me senti
Sempre que fico assim, eu simplesmente não sei o que dizer

Porque não podemos ser nós mesmos como éramos ontem?

Eu não tenho certeza do que isso significa
Eu não acho que você é o que mostra
E na verdade admito para mim mesmo
Que se eu machucar outra pessoa
Eu jamais verei o que na verdade deveríamos ter sido

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Shopping Center: Opção ou Imposição

Depois de décadas fazendo piada com paulistas, estamos ficando viciados em shopping como eles. Loucos por viver em locais fechados e climatizados e uma cidade mal cuidada lá fora.

E eu me sinto privilegiado de estar cercado por três grandes shoppings distantes entre eles não mais de 1.300 metros, a partir do próximo dia 24. 
Inauguração do BOURBON SHOPPING WALLIG

  

O trânsito, entretanto, vai ficar que é uma maravilha. 
É o preço do progresso, inevitavelmente!

Mas nada disso deveria me deixar surpreso. Não mesmo! 
Refiro-me ao surgimento de shoppings e mais shoppings. Não para quem se vislumbrou com a inauguração dos HÍPER mercados nos anos 70. Eram “enormes”... pelo menos para alguém criança como eu!!! rss 
E o fato de possuírem lanchonetes em seu interior, então... 

Nuuussaaa!!! Era tudo!!!
E o programa do porto alegrense aos fins-de-semana passou a ser a ida às compras.

Um verdadeiro prenúncio!!  E vieram de mãos dadas, um shopping ao lado de outro, vindo quase que substituir o comércio de rua.


Equiparo o shopping como aquela sombra que
procuramos sob as barracas de praia, para nos
proteger do sol forte e areia escaldante no verão;
neste período, é muito melhor estar em um
ambiente climatizado do que sob um
calor insuportável de 40 graus.
Pq queimar os pés, não é mesmo???

No inverno, procurando abrigo sob marquises dos prédios
ou guarda-chuvas, geralmente pouco eficientes
de nos proteger da umidade e dos respingos
que uma tempestade nos proporciona,
encharcando nossos pés, pelas calçadas empoçadas.

No interior dos shoppings não encontramos bueiros abertos, falta de segurança, cheiro de urina, pisos sujos, palhaços que ficam na frente das lojas cantando e chamando os clientes.

Enfim!!! 

O certo é que os shoppings centers não obrigam ninguém a mudar… eles apenas oferecem opções para que as pessoas possam refletir e mudarem de hábitos! Vieram proporcionar o que há de melhor para o bem estar do consumidor. 

Assim como cada vez menos, encontramos residências protegidas com simples "cerquinhas" e o surgimento crescente de condomínios de casas fechados, também o comércio de rua tende a se entregar para a construção de mais e mais shoppings, com aquela comodidade que só eles oferecem...

Se o poder público investir nas ruas a segurança e a infraestrutura que estes mega investimentos oferecem, é correto afirmar uma só coisa: quem ganhará com isso tudo será o cidadão porto alegrense. 

E quando se tem a possibilidade de escolha, o direito em optar sob duas situações diversas, valerá a criatividade de cada um para conquistar a clientela.

Um Passeio ao Amanhecer em Torres.

Um passeio ao som de Dire Straits

Um passeio dos Molhes na Barra do Mampituba seguindo pela Beira Mar (Praia Grande), passando a Prainha (Praia do Meio) e chegando no Morro do Farol.

Ao Amanhecer...

https://youtu.be/_0FovxKbfPE

domingo, 22 de abril de 2012

Pequenos gestos... simples palavras.

Valorizar os pequenos gestos, as simples palavras...
                                                                           ... pois eles fazem a grande diferença.


"Há quem diga que todas as noites são de sonhos.
Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão.
No fundo, isto não tem muita importância.
O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos.
Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado."
William Shakespeare

  
"Nunca se afaste de seus sonhos, pois se eles se forem, você continuara vivendo, mas terá deixado de existir".


Talvez a correria do dia-a-dia tenha me levado a esquecer a importância dos pequenos gestos, e sem querer tenho negligenciado seu valor afetivo.

Dizer um simples “bom dia”, “tudo bem contigo?” ou “como foi teu findi?”, podem fazer com que a outra pessoa sinta-se mais aceita e passe a fazer parte mais ativa da tua vida.

Saber valorizar gestos que qdo se está longe de quem se ama e gostaria que estivesse bem pertinho, são razões para sinceros sorrisos e lágrimas.

Saber valorizar os pequenos gestos, pois ao praticarmos, não sabemos o qto eles podem ser importantes para aqueles que o recebem.

Um gesto de ternura e bondade. Um desejo de bom dia. Um toque, um afago. Um gesto de carinho. Um abraço

Todos eles deixam uma sensação de tranquilidade, paz e harmonia. Tira da pessoa agraciada o gosto amargo que a vida possa estar lhe impondo. São os pequenos gestos que nos aproximam. Podem minimizar algum sofrimento e fazer surgir grandes sentimentos.
 "Melhorar sempre" acredito que seja o desejo de todo ser humano.

Coragem x Amor x Loucura

Tudo na vida é temporário, porque tudo muda.


"É por isso que é preciso muita coragem para amar...

...sabendo que pode acabar a qualquer momento, mas com fé que irá durar para sempre!!!"


Pôxa!!!! Mas logo comigo, que nunca fui assim tão corajoso!!! 

Claro que coragem não me falta, mas também... a gente nunca quer acreditar que amar resultasse nisso!...  rsssssssssssss

Mas devo dizer que na minha vida, excedi um pouco...



Pulei das pedras na Guarita...

...ou da ponte sobre o Rio Mampituba na BR-101....



... ou ainda saltei de bung jump... (sem a proteção do colchão de ar)   (*)


Quem sabe esquiar pela águas poluídas do Guaíba 
na década de 80...
                                                                                     








Descer os 3.000 m do Monte Groppera (Alpes), sem nunca ter esquiado na neve...


Voar de asa delta (voo livre) do Ferrabraz...   ...voo duplo, é claro! hehe


Voar tbém de Ultra Leve sobre o mar do Ceará, este uma verdadeira geringonça... (malfeito, com muita fita isolante e funcionamento precário) onde me perguntava: 
- Mas esta porra de capacete vai servir pra que???



Voar de Planador e qdo foi-me dado o comando, arremessei a aeronave para um mergulho sem volta (tinha folga no manche, kkkkkk)



                                                           ... e otras cositas más!!!






       ... como fazer um bifezinho básico...       







... algumas aventuras em locais proibidos (base da Cascata do Caracol)



                         ou outras como corridinhas de motocross no pelo!

 












Se estoporar todo nas brincadeiras com o skate
(mesmo depois de velho)...


Ou até levar alguns tirinhos de pistola (16 no carro)...
                                ...numa tentativa de homicídio.


 Mas estes não foram atos de coragem... e sim de loucura!!!!


                                                 Enfim...  na realidade...


“ A única coisa que não muda é que tudo muda o tempo todo.”



(*) mas isto não aconteceu de graça! Ocorre que eu não poderia pular, pois não estava inscrito. A não ser naquele momento que cheguei, antes de todos e antes até do colchão. Feito para mim!!!