quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Reminiscências (*) 23



Quando caminha o faz saltitante
Faz uso de um olhar penetrante
Seu latido soa mais que um berrante
Mas nunca perde a pose: sabe ser elegante!!!

Melissa é pura ternura
Parceira não tem igual
Mesmo em momento de agrura
Contém seu lado animal.

Adora um suculento ossinho
Não nega o que lhe dá prazer
Passear numa pracinha
É uma de suas razões de ser

Essa mocinha marota
É obediente e ao mesmo tempo atrevida
Às vezes se fazendo de louca
Mas sempre curtindo a vida.

“Passear” é um momento mágico
Associado ao xixizinho e cocozinho
Quanto a isso nada há de trágico
Pois respeita o lugar direitinho.

Adora se passar por surda
Quando algo não lhe convém
Mas também sabe ser boa ouvinte
Quando conversamos com o além.
29.10.14 às 01:05h


(*) Segundo Platão, "lembrança do que a alma contemplou em uma vida anterior, quando, ao lado dos deuses, tinha a visão direta das ideias”.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Adriana Calcanhotto - Me dê Motivo



Me dê motivo, para ir embora
Estou vendo a hora de te perder
Mê de motivo, vai ser agora
Estou indo embora o que fazer
Estou indo embora não faz sentido
Ficar contigo melhor assim
E é nessa hora que o homem chora
A dor é forte demais pra mim

Já que você quis assim, tudo bem
Cada um pra o seu lado, a vida é isso mesmo
Eu vou procurar e sei que vou encontrar
Alguém melhor que você, espero que seja feliz
No seu novo caminho, ficar contigo
Não faz sentido, melhor assim

Me dê motivo, foi jogo sujo
E agora eu fujo pra não sofrer
Fui teu amigo, te dei o mundo
Você foi fundo quis me perder
Agora é tarde não tem mais jeito
O teu defeito não tem perdão
Eu vou a luta, que a vida é curta
Não vale a pena sofrer em vão

Pode crer você pôs tudo a perder
Não podia me fazer o que fez
E por mais que você tente negar, me dê motivo
Podes crer eu vou sair por aí
E mostrar que posso ser bem feliz
Encontrar alguém que saiba me dar
Me dar motivo

OTM - Além, Porém Aqui - #RecombinandoAtos



Além, Porém Aqui

O Teatro Mágico


Mudaram o modo de temer

De ceder e saturar!
Da descabida dor (desregrada euforia)...
Discordar!

Anuncia teu dissabor!

Renuncia ao paladar!
Dissecando a flor
Dissertando que ''o viver é não pensar!''

Aturando o tom

De vil alegoria
Maturando o bom!
Se acontecendo!

Acorda coragem em si!

Acolhe a verdade
Acode a saudade e se alcança...
Além!

Mudaram o modo de querer

De perder e perdoar!
Do descabido ardor (desregrada alegria)... se infestar!

Anuncia teu dissabor!

Renuncia ao paladar!
Dissecando a flor
Dissertando ''o que viver é não pensar!''

Aturando o tom

De vil alegoria
Maturando o bom!
Se acontecendo!

Acorda coragem em si!

Acolhe a verdade
Acode a saudade e se alcança...
Além!

Semear o amor!