segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Um ano sem um parafuso

Hoje faz exatos um ano que sofri a cirurgia para a retirada de um parafuso que já fazia parte de mim por poucos meses.

Estava ali para fixar a recomposição de minha fratura (clavícula) em um acidente de moto.

Saudades não posso dizer que tenho, já que era um incômodo. Talvez das diversões nas passagens nas portas detectoras de metais onde sempre acontecia uma breve discussão (explicações) sobre a existência do mesmo.

Hoje, talvez minhas atitudes sejam dignas de se dizer que eu tenho "um parafuso a menos". Muitos concordarão comigo... Hê! Hê!

Nenhum comentário:

Postar um comentário