terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Qdo o Coração Se Apaixona


            Tem certas pessoas que entram em nossas vidas e mexem demais com o jeito normal de ser. Cada ato por elas cometido e dirigido a nós faz nossa cabeça formigar, as orelhas queimarem (ou seria o contrário?), provoca uma erupção na boca do estômago, prestes a acontecer (e não é arroto, nem ânsia de vômito, hahahaha).

            Poderia ficar aqui descrevendo um sem número de sintomas que afloram, reações físicas, não aquelas que se passam em nossa cabeça.

            O cérebro é mais esperto... 

         Com o intuito de não se “estressar” quando aqueles momentos emocionais vêm à tona, passa a transferir aos outros órgãos de nosso corpo, estas reações, chegando a provocar até uma simples dor-de-barriga.

         Ingenuamente, justificamos nossas reações dizendo que foi porque “comemos isto”, “fizemos aquilo”, “subimos rápido demais as escadas”, etc. Até o cérebro chega a acreditar nisso tudo, Hê! Hê!

            Na realidade, no fundo no fundo, sabemos que não é nada disso!!! Nosso cérebro simplesmente transferiu aquele momento mágico para quem não sabia mesmo, o que fazer naquela situação.

            Passou para o coração!!!

            Daí, fudeu de vez!!! Passou o “problema” justamente para quem está incumbido com a tarefa ainda que simples, ser a maior e vital para nos manter de pé!!! Ficar bombeando de lá para cá, todo o combustível de nossa máquina: o sangue. E já deram a ele esta tarefa por ser todo desajeitado...

            Deus pensou: desajeitado assim, este é o cara!!! Bastava ajudar que a gasolina passasse de um lado para cima e do outro para baixo. Isto ele há de conseguir fazer, não acham???

            Mas esqueceram o que acontece com o coração quando surge o amor e a paixão... PQP!!!! Justo com o responsável em nos manter vivo??? kkkkkkkkkkkkk

Nenhum comentário:

Postar um comentário