Ganhe Bitcoins

sábado, 12 de dezembro de 2015

A Família Nicotti - Origem

Chiesa di San Rocco - Vicenza


A
estória se repete. A tradição continua. 127 anos atrás, um jovem enfrentava a imensidão do oceano em direção ao desconhecido, a procura de novos caminhos, assim como outros milhares de italianos esperançosos em busca de novos ideais.

Com sua bagagem, levou sua tradição, seu amor pela terra e a vontade de descobrir novos horizontes.

Trata-se do meu bisavô (FIORINDO FERDINANDO NICOTTI).

Minha Árvore Genealógica

Comecei com a pesquisa sobre a origem de meu antepassado, recompensada muito bem com o encontro de seu documento de um «Registro de Roda» de uma igreja (fora abandonado num instituto de Vicenza); ele partira sem qualquer documento que pudesse identificá-lo.

Livro de Registros da Roda

Meu bisavô tinha dezessete anos quando chegou ao Brasil em julho de 1888 no vapor “Europa”. Regularizou sua situação como estrangeiro em 1894, quando lhe enviaram da Itália a sua documentação.
Na realidade, o documento que lhe foi enviado da Itália, redigido em Vicenza em 9 de julho de 1891, foi endereçado da seguinte forma:
“Al Signor
Fiorindo Nicoti
America del Sud  -  Ferma in  Posta
Porto alegre”

... e, ainda que o endereço não fosse muito exato, o documento chegou ao seu destino (quase três anos depois).

Certificado de Nacionalidade do Vô Florindo (e envelope)

Não obstante tenha o mesmo vindo para o Brasil irregularmente, para não dizer clandestinamente, o mesmo não ocorreu com aquela que seria sua futura esposa (Vó Délia), também proveniente da Itália.

A “Vó” Délia (ELISA SERAFINA ADELINA GOBBI) veio com a família (pais e irmãos) para o Brasil em 1888, no mesmo navio. Tinha sete anos e mesmo que a navegação tivesse durado vinte e três dias, meus bisavós somente se conheceram em Porto Alegre, vários anos depois.

Passaporte dos meus antepassados

Casaram-se e tiveram um casal de crianças, dentre eles, o meu Vô ARMANDO NICOTTI (pai de meu pai, CLÁUDIO ARMANDO DA SILVA NICOTTI).

Transcorridos três gerações, eu, um de seus únicos descendentes, retornei a sua terra natal, atravessando aquele mesmo oceano, na época em vinte e três dias em navios a vapor, hoje em dez horas com moderníssimos aviões — também à procura de uma experiência de vida.

Dando continuidade ao sobrenome NICOTTI¹, mas tomando a direção contrária daquela seguida pelos meus bisavós (Itália - Brasil), concebi meu filho (PIER CLAUDIO MICHELON NICOTTI) na terra natal de meu antepassado.

A primeira "Foto" de meu filho - Pier Cláudio, com 17mm (1,7cm).

Vinte e nove anos atrás, me encontrava em Casnate con Bernate (Como), uma localidade similar à Brêndola (Vicenza) ou Roncoferraro (Mantova) onde meus antepassados habitavam, ou seja, mesmos costumes, mesma gastronomia, mesmo modo de vida na qual viveram e que trouxeram ao Brasil. Senti-me completamente satisfeito porque além de ter encontrado aquilo que procurava, encontrei também, verdadeiros amigos.

Passado um século, acredito ter sentido aquilo que meu bisavô teria sentido se tivesse retornado à Itália:

SENTI-ME EM CASA.





CURIOSIDADES QUANTO AO SOBRENOME

Com a pesquisa da origem de minha família no Arquivo de Estado, trouxeram-me três grandes livros. Cada ano correspondia a cada letra (letra “L” = 1869; “M” = 1870 e “N” = 1871).

1871 foi o último ano que a “roda” foi utilizada.

Após ser introduzida na “Roda” que girada acionava um pequeno sino, o nenê era registrado em um livro pelo padre que designava o nome e sobrenome, observando algumas características (NASOTI, relativo ao nariz, NEVATI, relativo ao clima ou cor, etc.).

Mas o que o ele quis dizer com NICOTTI??

Abaixo seguem os sinônimos que encontrei, já que a palavra Nicotina como substância química do cigarro (fumo), fui forçado a descartar por tratar-se de um recém nascido:

NICOCIANA:       nicoziana (antigo nome da planta do tabaco)
NICOTINA:         (adj.) soporífero
SOPOR:                sopore, assopimento, sonnolenza
SOPORATIVO:     atto ad addormentare
                            (fig.) noioso, fastidioso
MODORRA:          sonnolenza da malati
                            sonno profondo
                            malattia negli ovini
                            (fig.) stùpido, ottuso
SOPORE:              sopor, modorra 

¹ O sobrenome Nicotti foi “inventado”, ou seja, foi atribuído ao meu bisavô pelo padre da Igreja San Rocco no Ospizio Infanti Abbandonati Vicenza quando o “esqueceram” na Roda daquela Instituição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário