quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

20 respostas para aqueles que te mandam emagrecer

Por Renata Poskus Vaz
Ilustração: Edull
Outro dia, estava no bar com um gatinho (gatinho só por fora, diga-se de passagem) quando ele me perguntou se eu não queria emagrecer.
Não – respondi.
Mas você não acha que vai se sentir mais bonita? – perguntou o inconveniente.
Não, eu era feia quando era magra. Me sinto mais bonita assim. – afirmei, contando até 10.
Mas se perder uns quilinhos não acha que vai ficar mais saudável? – insistiu.
Não. Eu já sou saudável, faço exames anualmente e minha saúde é nota 10. – falei, já de saco cheio
Mas… – disse, me interrompendo.
Mas nada, eu não quero emagrecer! – gritei.
Na verdade, vira e mexe faço dietas. Mas essas dietas sempre partem de mim, de forma saudável, e por orientação de meus médicos e não de um estranho em uma mesa de bar (ele provavelmente queria me namorar, mas estava com vergonha de assumir a gorda para os amigos). Por isso, logo disse ao galã que não queria emagrecer. Não por cogitar um dia emagrecer alguns ou muitos quilos, mas essa é uma decisão individual, apenas minha e não devia satisfações para ele. Assim como também não devo satisfações dos porquês de querer me manter gorda.
Não saio por aí sugerindo que as pessoas cortem o cabelo, ou parem de fumar, ou que parem de beber, ou comer mais cenoura quando são brancas demais. Todos somos adultos e essas decisões são particulares!
Infelizmente, essas invasões e indiscrições acontecem muito. Quem é gordo sabe que vira e mexe vai ser surpreendido por alguém tentando sugerir alguma dieta. A desculpa é sempre a de que falam pelo nosso bem, como se não fossemos donos de nossas vidas e como se não tivéssemos espelho em casa.
Quem te ama não vai ficar te chamando de gordo ou te mandando fazer dietas sabendo que isso vai te incomodar e te magoar. E um estranho que seja cortês e tenha caráter não vai ser tão deselegante assim com alguém cuja história ele não conhece.
Sempre fui tolerância zero e nunca levei desaforo para casa. Na verdade, acho que não somos obrigados a responder esse tipo de pergunta. Podemos simplesmente calar a boca, virar as costas e ir embora. Mas, queria sugerir uma brincadeira, algumas respostas (meio malcriadinhas hihihihi) possíveis para os inconvenientes que dizem: Você não acha que está gorda e que precisa emagrecer?
  • RESPOSTA 1 – Não.
  • RESPOSTA 2 - Não quero.
  • RESPOSTA 3 - Não, idiota.
  • RESPOSTA 4 - Tô gorda sim, mas isso não é da sua conta.
  • RESPOSTA 5 - Preciso emagrecer, mas não quero.
  • RESPOSTA 6 - Tô gata e saudável assim.
  • RESPOSTA 7 - E você não acha que precisa tomar conta da sua vida?
  • RESPOSTA 8 – Acho que preciso emagrecer sim. Mas é que fiz uma promessa de só emagrecer no dia em que você ficar bonito. Ou seja, nunca.
  • RESPOSTA 9 - Não. Quero entrar para o Guiness Book como a gorda mais gata do mundo.
  • RESPOSTA 10 - Não se preocupe, querido. Em 5 meses de dieta atinjo o meu peso ideal. Já você, coitado, não há dieta no mundo que te faça deixar de ser inconveniente.
  • RESPOSTA 11 - Não vou emagrecer para te agradar, meu bem.
  • RESPOSTA 12 - Você foi contratado pelo Vigilantes do Peso?
  • RESPOSTA 13 - Não adianta insistir, não vou comprar seu Herbalife.
  • RESPOSTA 14 - Já te sugeri fazer uma plástica? Não, né? Então não venha me sugerir emagrecer.
  • RESPOSTA 15 - O corpo é meu, a vida é minha.
  • RESPOSTA 16 - Onde você fez curso para ser desagradável?
  • RESPOSTA 17 - Filho, se olha no espelho!
  • RESPOSTA 18 - Nossa, jura? Não percebi que sou gorda.
  • RESPOSTA 19 - Vou tomar uma atitude e vou emagrecer. E quando você vai tomar no seu %$#&?
  • RESPOSTA 20 - Não, para ficar magro e infeliz como você? Pois gente feliz de verdade não se incomoda com a vida alheia.
 E você, o que fala quando te mandam emagrecer?

Publicado no  Blog Mulherão · 
O manual de sobrevivência para mulheres acima do peso

Nenhum comentário:

Postar um comentário